(in)contidos - O novo livro de Vinícius Fernandes da Silva do PSQC

(in)contidos - O novo livro de Vinícius Fernandes da Silva do PSQC
(in)contidos - O novo livro de Vinícius Fernandes da Silva do PSQC. Saiba como adquirir o mais novo livro de Vinícius Silva clicando nesta imagem

terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

O Gato

Sabe aquelas crianças que adoram fazer maldades com bichos, tipo: estripar gatos, apedrejar cães, matar passarinhos...

Meu irmão era uma delas, eu não.

Uma vez vi um gato preto agonizando em plena rua com algumas crianças em volta. Tinham batido e apedrejado o gato, estava morrendo, vi uma pedra grande e falei - "Por favor, matem esse gato, acabem logo com isso" - então deram o golpe fatal, mas o golpe não tinha sido fatal e ele não morreu.

Fui acusado por minha mãe de ser um dos responsáveis por tal maldade, apontado como uma daquelas “crianças-monstros” e obviamente fiquei magoado com aquilo. Mas outra coisa me incomodava mais do que aquela acusação, algo me deixava pesado, havia uma culpa, uma culpa.

Uma vizinha, famosa por adotar bichos de ruas e doentes, viu o que acontecera e cuidou do gato. Fiquei sabendo e de maneira discreta tentei ajudá-la. Peguei meu dinheirinho, juntado de mesadas, e comprei alguns remédios. Todo dia passava na casa dela para saber se o gato estava bem. Os ferimentos eram muito graves, de verdade, mas aos poucos ele melhorava.

Uma semana depois do ocorrido fui à casa de minha vizinha saber do gato preto. Ela me fitou os olhos e disse com um rosto de condescendência que ela (o gato era fêmea) tinha acabado de morrer em seus braços. Chorei copiosamente em sua frente, ela me afagou e disse que tudo bem, que a gata já tinha me perdoado.

Saí em silêncio e fui pra casa, do outro lado da rua.

E naquela noite chorei em minha cama, sobre meu travesseiro, sozinho, chorei feito criança que era. Nunca esqueci disso, nunca disse isso a ninguém.

É... acho que agora já sabem... e naquele momento percebi que podemos todos nos tornar "crianças-monstros", por uma fração de segundos, por uma decisão errada, uma escolha mal feita.

Nunca esqueci e, ainda hoje, peço perdão àquela gatinha negra.


Texto inicialmente postado como comentário no blog Sopros e Farelos, da amiga Daia.



Creative Commons License

Esta obra está licenciada sob uma
Licença Creative Commons.

Postar um comentário

Deixe seu email para que você possa receber as novidades e promoções do PSQC!

Obvious Lounge: Palavras, Películas e Cidades

Obvious Lounge: Palavras, Películas e Cidades
Agora também estamos no incrível espaço de cultura colaborativa que é a Obvious. Lá faremos nossas digressões sobre literatura, cinema e a vida nas cidades. Ficaram curiosos? É só clicar na imagem e vocês irão direto para lá!

(in)contidos - O novo livro de Vinícius Fernandes da Silva do PSQC

(in)contidos - O novo livro de Vinícius Fernandes da Silva do PSQC
Saiba como adquirir o mais novo livro de Vinícius Silva clicando nesta imagem

Palavras Sobre Qualquer Coisa - O livro!

Palavras Sobre Qualquer Coisa - O livro!
Para efetuar a compra do livro no site da Multifoco, é só clicar na imagem! Ou para comprar comigo, com uma linda dedicatória, é só me escrever um email, que está aqui no blog. Besos.

O autor

Vinícius Silva é poeta, escritor e professor, não necessariamente nesta mesma ordem. Doutor em planejamento urbano pelo IPPUR/UFRJ, cientista social e mestre em sociologia e antropologia formado também pela UFRJ. Foi professor da UFJF, da FAEDUC (Faculdade de Duque de Caxias), da Rede Estadual do Estado do Rio de Janeiro (SEEDUC) e atualmente é professor efetivo em sociologia do Colégio Pedro II, no Rio de Janeiro. Criou e administra o Blog PALAVRAS SOBRE QUALQUER COISA desde 2007, e em 2011 lançou o livro de mesmo nome pela Editora Multifoco. Possui o espaço literário "Palavras, Películas e Cidades" na plataforma Obvious Lounge. Já trabalhou em projetos de garantia de direitos humanos em ONG's como ISER, Instituto Promundo e Projeto Legal. Nascido em Nova Iguaçu, criado em Mesquita, morador de Belford Roxo. Lançou em 2015, pela Editora Kazuá, seu segundo livro de poesias: (in)contidos. Defensor e crítico do território conhecido como Baixada Fluminense.

O CULPADO OCUPANDO-SE DAS PALAVRAS

Contato

O email do blog: vinicius.fsilva@gmail.com

O PASSADO TAMBÉM MERECE SER (RE)LIDO

AMIGOS DO PSQC

Google+ Followers

As mais lidas!