(in)contidos - O novo livro de Vinícius Fernandes da Silva do PSQC

(in)contidos - O novo livro de Vinícius Fernandes da Silva do PSQC
(in)contidos - O novo livro de Vinícius Fernandes da Silva do PSQC. Saiba como adquirir o mais novo livro de Vinícius Silva clicando nesta imagem

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

PALAVRAS VERMELHAS


(para Gullar)


O último passo é sempre o inicio do próximo. Nas palavras temos o vermelho sangue encarnado menstruação maçã bochechas vinho saliva mucosa estômago ânsia gastrite hemorróidas sangue cocô terra crianças correr machucar mulher pai filho ferida sangue curativo briga palavrão tapa tapa correr xingar sangue briga vagina sexo sexo outro outra separação peitinhos boca língua sangue puta bater fugir correr separação um outro trepar boca dois quatro bandeira vermelha filhos ... e nas corridas loucas da vida as palavras somente possuem seus símbolos e cores e não é nada além disso do que somos e vivemos, por isso digo que todas as vidas podem ser resumidas em algumas, em algumas palavras, nas palavras vermelhas, palavras vermelhas
palavras
vermelhas
pala vra
ver melha
pala
vra
ver
melha
pa
la
vra
verme
lha
ver
me
lá.


Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

O PSQC no Portal Literal!

O PSQC agora tem um link no Portal Literal, um dos melhores sites de literatura realizados no Brasil e que comporta alguns de nossos mais interessantes e renomados escritores, como: Ferreira Gullar, Luis Fernando Veríssimo, Rubem Fonseca, entre outros.

Portanto nosso blog está em ótima companhia! Venham nos prestigiar e também não esqueçam de deixar seus comentários em nossos posts.

Com muito orgulho disponibilizo o link onde vocês podem encontrar o PSQC no Portal Literal.




Importante: Entrando no Portal Literal/links vocês encontrarão o nome do PSQC e logo ao lado (à esquerda) uma setinha verde. Pode clicar nela, pois vocês estarão dando votos ao blog. Assim ele ganhará mais popularidade e poderá ficar na página principal do Portal Literal.

Besos.

terça-feira, 20 de janeiro de 2009

TIROS POÉTICOS

Assim como as balas, as palavras também podem voar, perdidas.
A procurar um alvo desvão.

Elas podem atingir sua mente e nocauteá-la.
Podem perfurar seu cérebro e fazer jorrar um rio vermelho
de letras e sons.
Podem invadir seu coração, pará-lo ou dispará-lo, de vez.
Podem atingir seus nervos, todos eles.
E fazer-te paralisar.

Ao contrário das balas (não confundir com as balas
de mastigar doce), as palavras não matam. Não enrijecem os corpos.
Ao contrário.
As palavras perdidas provocam um frenesi nas almas.
Levando-as às mil loucuras, a sem-número desesperos, infindas melancolias,
desgostos, choros, medos, angústias... amores e afins.

Mas nunca matam, nunca matam ou destroem.
Podem simplesmente passar por um corpo sem deixar marcas,
como uma bala de festim. Ocas e opacas.
Mas isso é caso raro.
Normalmente elas, as palavras, constroem, criam, modificam,
transformam, aventuram, etc.

Que a velocidade das palavras nunca se acabe.
E que os tiros sejam, para sempre, poéticos.
E tomara que, para sempre, as balas (só as de fogo!) se calem.
Restando somente o zunir veloz das palavras perdidas.


Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

domingo, 18 de janeiro de 2009

Wide Awake - Insônia



O guia cinematográfico para os notívagos ou insones, ou as duas coisas ao mesmo tempo.
Um roteiro descritivo, poético e irônico, contendo as angústias, cansaços, derrotas, tranquilidade, apreço, desesperos, prazeres e, acima de tudo, o poder de escolha de quem assumiu a noite como morada da alma.

Do excelente diretor Alan Berliner.
Simplesmente imperdível para os que nunca dormem antes da meia-noite, assim como eu.



Boas ou terríveis madrugadas!

domingo, 11 de janeiro de 2009

Las 4 estaciones del amor



Música orquestral sem ser "clássica".
Música latina, feita na liguagem do som, sem sotaques, só a fluência dos tons nos violinos, metais, percussão e na voz.
Música feita por uma mexicana, Natalia Lafourcade.
As 4 estações linda e modernamente reinventadas.





Bons sons!


Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons

segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

cartolando









E a roda do moinho gira mais uma vez as águas novas que a vida traz.
A roda?
Essa gira e gira sem parar,
mas sempre volta ao mesmo lugar, lugar, lugar, lugar, lugar.

(para Well)








Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

quinta-feira, 1 de janeiro de 2009

La puerta

Hay en el aire.
Tal vez en el mar.
En la tierra, no sé.
Dentro de mi solamente una vez.

Quedando vá, hasta encontrar.
Una voz.
Un ruido, no sé.
Porque dentro de mi solamente una vez.

Como puedes
ser tan extenso,
sin medios e con tantos medios.
Existirá en mi.
Existirá en usted.
Existirá en nosotros, tal vez.

Podrás ser la cura, no sé.
Para Elle el comienzo.
Para usted el medio.
Para nosotros el fin.

Abrir mis ojos, por lo menos estos.
Mis ojos tan nuevos.
Mis ojos tan experientes.
Vieron el principio.
Estan viendo el medio.
Pero se avistarian el fin, no sé.

(para Neruda)


Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Observação: Este poema é o primeiro que considero representativo entre os primeiros que comecei a escrever, isso a uns 15 anos atrás. O primeiro título dado a este poema foi "La puerta". Sem saber porque nominei um poema escrito em português com um título em espanhol. Mas isso tem lá sua razões. Na verdade este poema foi "pensado" e "sentido" em espanhol, mas só agora me dei conta disso. Este singelo texto foi concebido sob a influência dos muitos boleros que estava ouvindo, em meus 14, 15 anos de idade (sim, é verdade). E alguns anos depois travei contato com a língua espanhola e me apaixonei. Me apaixonei por Neruda, Huidobro (obrigado Eliza e Mauri) e agora faço a versão deste poema em espanhol. O mesmo já foi postado no PSQC como "A Porta", é só clicar aqui e ler o original em português. Acredito que o poema na língua de Cervantes possui uma sonoridade que resgata tudo o que eu sentia e queria dizer em minha "grande" experiência de adolescente, mas esse julgamento eu prefiro deixar com os leitores amigos. Besos.

Deixe seu email para que você possa receber as novidades e promoções do PSQC!

Obvious Lounge: Palavras, Películas e Cidades

Obvious Lounge: Palavras, Películas e Cidades
Agora também estamos no incrível espaço de cultura colaborativa que é a Obvious. Lá faremos nossas digressões sobre literatura, cinema e a vida nas cidades. Ficaram curiosos? É só clicar na imagem e vocês irão direto para lá!

(in)contidos - O novo livro de Vinícius Fernandes da Silva do PSQC

(in)contidos - O novo livro de Vinícius Fernandes da Silva do PSQC
Saiba como adquirir o mais novo livro de Vinícius Silva clicando nesta imagem

Palavras Sobre Qualquer Coisa - O livro!

Palavras Sobre Qualquer Coisa - O livro!
Para efetuar a compra do livro no site da Multifoco, é só clicar na imagem! Ou para comprar comigo, com uma linda dedicatória, é só me escrever um email, que está aqui no blog. Besos.

O autor

Vinícius Silva é poeta, escritor e professor, não necessariamente nesta mesma ordem. Doutor em planejamento urbano pelo IPPUR/UFRJ, cientista social e mestre em sociologia e antropologia formado também pela UFRJ. Foi professor da UFJF, da FAEDUC (Faculdade de Duque de Caxias), da Rede Estadual do Estado do Rio de Janeiro (SEEDUC) e atualmente é professor efetivo em sociologia do Colégio Pedro II, no Rio de Janeiro. Criou e administra o Blog PALAVRAS SOBRE QUALQUER COISA desde 2007, e em 2011 lançou o livro de mesmo nome pela Editora Multifoco. Possui o espaço literário "Palavras, Películas e Cidades" na plataforma Obvious Lounge. Já trabalhou em projetos de garantia de direitos humanos em ONG's como ISER, Instituto Promundo e Projeto Legal. Nascido em Nova Iguaçu, criado em Mesquita, morador de Belford Roxo. Lançou em 2015, pela Editora Kazuá, seu segundo livro de poesias: (in)contidos. Defensor e crítico do território conhecido como Baixada Fluminense.

O CULPADO OCUPANDO-SE DAS PALAVRAS

Contato

O email do blog: vinicius.fsilva@gmail.com

O PASSADO TAMBÉM MERECE SER (RE)LIDO

AMIGOS DO PSQC

Google+ Followers

As mais lidas!